PSICANÁLISE E AUDIOVISUAL

Coordenação: Marcela Antelo (AME da AMP-EBP) e Luiz Felipe Monteiro (AP da AMP-EBP)
Datas: 14/02, 13/03, 03/04, 08/05, 05/06

Em 2020 o Núcleo de Psicanálise e Audiovisual continuará a tomar o formato “série” como objeto de investigação. No horizonte das subjetividades do nosso tempo, a série é a estrutura ficcional que captura o espírito de gozar da época. Pesquisar o que faz desse formato uma “caixa de ressonância” dos sintomas no contemporâneo é o mote para o nosso trabalho. Nessa aposta, seguiremos algumas pistas deixadas por Wacjman em seu livro “As séries, o mundo, a crise, as mulheres”. Vamos em busca de verificar como as séries ressoam as invenções e impasses do gozo no amor, no sexo e no inconsciente e nos deixar ensinar por essa experiência. A proposta de trabalho está assentada em dois eixos: encontros mensais de leitura e discussão e exibição de trechos de episódios e afins seguidos de debates.